Entrevista para Revista CIPA, por Victor Faverin

Olá colegas, pouquíssimo tempo antes do mundo parar devido a Covid-19, convidaram o Diretor Eduardo Marcatto para falar sobre a revisão da NR17. A matéria não foi divulgado na época, pois focamos nossa preocupação com a Saúde da família, dos colaboradores, das pessoas próximas e dos mais vulneráveis. Acreditamos que o cuidado continua necessário, mas temos que conciliar as medidas de prevenção com o planejamento do futuro.
Segue a interpretação do Marcatto sobre as novidades e as oportunidades que ainda deverão ser exploradas.


Saúde Mental: Como manter no ambiente corporativo

Problemas como ansiedade, estresse e depressão são alguns dos principais casos de afastamento do trabalho.

 

 

 

 

 

 

 

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) o Brasil é o país mais depressivo da América Latina. Ainda de acordo com a OMS, em 2016, 75 milhões de trabalhadores foram afastados de seus postos de trabalho pela doença em todo mundo.

Os problemas psicoemotivos são o segundo maior caso de abstenção no trabalho. Apesar de comuns, doenças como ansiedade, estresse e depressão, ainda são um tabu enfrentado em muitas pessoas. Alguns termos como “frescura”, infelizmente ainda são usados em situações deste tipo.

Diante de um quadro tão preocupante, essa realidade tem mudado o foco das medidas de prevenção e cuidados adotadas pelas empresas. Mais do que as condições das estações de trabalho, as atenções precisam se voltar para os aspectos mental e psicossocial que estão colaborando para o adoecimento profissional.

Uma das principais ferramentas de prevenção desses adoecimentos e acidentes de trabalho é a ergonomia, que algumas pessoas não sabem, mas vai muito além da aquisição de cadeiras e móveis adequados. Trata-se de um conjunto de conceitos e tecnologias para o ajuste do ambiente de trabalho para o ser humano para tornar mais confortável, produtiva e segura; sempre procurando adaptar a atividade profissional às pessoas. “A ergonomia busca tratar os aspectos físico, cognitivo e organizacional (mental e psicossocial), sendo esses dois últimos os que mais demandam atenção na atual realidade das organizações e relações de trabalho”, afirma o engenheiro Eduardo Marcatto, sócio fundador da ProdERGO, referência de mercado no desenvolvimento de Assessoria e Gestão em Ergonomia; Análise Ergonômica do Trabalho; Treinamentos e Palestras em Ergonomia; Fisioterapia e Ginástica Laboral.

Para o especialista, é preciso estabelecer programas de prevenção, além de estudar, identificar e encontrar sempre soluções junto aos trabalhadores para que eles convivam bem física e mentalmente no ambiente de trabalho. “As empresas estão investindo cada vez mais em programas de qualidade de vida e bem-estar a fim de proporcionar melhor desempenho e maior produtividade. Nesta hora entra a Ergonomia, que auxilia na conscientização dos funcionários e empregadores a respeito de riscos de saúde, através de soluções viáveis, tanto no custo como prazo acessível para que haja a transformação contínua e duradoura”, finaliza Marcatto.

Fonte: https://www.jornalcontabil.com.br/saude-mental-como-manter-no-ambiente-corporativo/

 

 

Entrevista para o Programa EM DISCUSSÃO – TV ALESP (TV Senado).

Você gosta de trabalhar em pé ou sentando?
Nem sempre podemos escolher, mais o que pode melhorar é a questão ergonômica!

A pauta da entrevista do Diretor Eduardo Marcatto, para o Programa EM DISCUSSÃO – TV ALESP (TV Senado) foi Ergonomia no ambiente de trabalho beneficia trabalhadores e empresários.

O programa foi ao ar dia 15/01, às 23:30hs.

A definição mais prática sobre ergonomia é: “Ergonomia visa adaptar o trabalho às pessoas”, diz Marcatto.

 

 

 

 

Volta às aulas com a postura correta

 

“Peso da mochila e postura errada na hora dos estudos podem fazer mal para a saúde das crianças.”

Engenheiro especialista em Ergonomia alerta os cuidados que devem ser tomados no retorno às aulas.

Nesta época de inicio de ano, normalmente nos preocupamos muito com a escolha da escola, compra do material escolar, uniforme e acabamos deixando de lado um item que não vem em nenhuma lista.

Mas é muito importante: a Ergonomia. O peso da mala e a postura faz toda a diferença para a saúde das crianças no futuro.

E não é só isso, existem uma série de cuidados que devem ser tomados não só em sala de aula, mas também na hora de carregar os materiais e até mesmo na hora de estudar em casa.

“Poucos pais se lembram que, além de escolher a melhor escola e os melhores materiais, precisam ficar atentos aos hábitos escolares.

Alem do cuidado com a postura de seus filhos e acabam deixando isso de lado, prejudicando a saúde dos pequenos”, conta Eduardo Marcado, sócio fundador da ProdERGO.

ProdERGO é referência de mercado no desenvolvimento de Assessoria e Gestão em Ergonomia; Análise Ergonômica do Trabalho; Treinamentos e Palestras em Ergonomia; Fisioterapia e Ginástica Laboral.

VOLTA ÀS AULAS COM A POSTURA CORRETA!!

São tantas ofertas no mercado de mochilas escolares com temas de personagens, que muitas vezes é difícil convencer as crianças que nem sempre a mais bonita é a melhor escolha para a saúde.

“Nesta hora, os pais tem uma função importante de conversar com elas e explicar a importância de optar por uma mochila que irá proporcionar conforto e mais saúde a longo prazo.

Parece que não, mas os problemas realmente podem surgir no futuro”, ressalta Marcatto.

Outra atenção que devemos ter é na hora das tarefas escolares em casa.

É preciso observar como o seu filho senta para estudar, se como ele usa muita o computador para pesquisas.

“É preciso corrigir a postura dele seja na mesa de estudo ou a frente do monitor. É na infância que ele vai aprender isso e levar para a vida”, afirma o engenheiro.

Segundo o especialista, uma dica importante é reduzir os períodos em frente do computador/tablet/celular estudando ou jogando.

Deve-se ir alterando com atividades ao ar livre ou mesmo em ambientes fechados, mas com algum tipo de atividade física.

Fonte: https://www.namidia.net.br/volta-as-aulas-com-a-postura-correta/

Ergonomia no ambiente de trabalho beneficia empregados e empresários

Ter um ambiente saudável e garantir o bem-estar dos funcionários aumenta a produtividade

A saúde do trabalhador precisa ser uma das maiores preocupações das empresas, já que o empregador é considerado responsável pela integridade Física e Mental de seus funcionários durante todo o tempo em que ele está atuando dentro do seu ambiente. Além de realizar os exames médicos de rotina e minimizar o risco de acidentes no local de trabalho, as empresas devem estar atentas à ergonomia de todos os ambientes em que seus funcionários atuam.

Esse trabalho envolve aspectos ligados a anatomia, fisiologia, biomecânica, antropometria, psicologia, medicina, fisioterapia, engenharia, desenho industrial, informática e administração com a finalidade de proporcionar segurança e eficiência com produtividade em qualquer atividade. Seja dormindo, no lazer e principalmente no trabalho, algumas dicas importantes podem ser seguidas para melhorar o bem-estar das pessoas.

No ambiente de trabalho, local onde passamos a maior parte do dia, a ergonomia de verdade não se limita apenas à mesa ou às cadeiras adequadas. “Ela é muito mais abrangente e necessita da intervenção de profissionais com forte conhecimento de engenharia de projeto, de processo e ergonomia, capaz de avaliar itens como função realizada, altura da superfície de trabalho, temperatura, iluminação, ruído, umidade, ritmo das atividades dentre outros fatores. Isso tanto para atividades intelectuais como para as que utilizam força”, afirma Eduardo Marcado, sócio fundador da ProdERGO, referência de mercado no desenvolvimento de Assessoria e Gestão em Ergonomia; Análise Ergonômica do Trabalho; Treinamentos e Palestras em Ergonomia; Fisioterapia e Ginástica Laboral.

O especialista também alerta para atividades feitas durante o percurso até o trabalho. Nesses casos é importante avaliar as condições do transporte durante o trajeto, o tempo despendido durante a locomoção e até mesmo a alimentação adequada. Segundo ele, tudo isso envolve ergonomia e engenharia que devem caminhar juntas e a sua ausência pode trazer problemas de saúde imediatos ou a longo prazo, como problemas respiratórios, audiovisuais e músculo esqueléticos em vários membros. “Empresas realmente organizadas e preocupadas com o bem-estar dos funcionários investem em ergonomia e em treinamento de conscientização dos associados. A palavra chave é investimento e não custo. Oferecendo esses benefícios, o retorno do investimento é garantido na satisfação do empregado, na disposição, na qualidade do trabalho, diminuição de perdas, retrabalho, redução de riscos de indenizações, aumento da produtividade e eficiência da produção da empresa. Esse é um ciclo que gera lucros e ainda cumpre a lei”, finaliza Marcatto.

Reportagem do dia 08 de janeiro de 2020

Fonte: https://www.campograndenoticias.com.br/2020/01/06/ergonomia-no-ambiente-de-trabalho-beneficia-empregados-e-empresarios/

Conscientização sobre ergonomia na agricultura

 

A apresentadora Renata Maron, do Programa Bem da Terra da Rede de TV Band, entrevista o Engenheiro e especialista em Ergonomia, Eduardo Marcatto – Diretor-técnico da ProdERGO. Falando sobre a necessidade e conscientização da Ergonomia na agricultura, e o quanto a mesma é essencial para melhorar o desempenho dos trabalhadores, diminuir os riscos existentes e altos custos com afastamento. Afinal, assegurar as boas condições de Ergonomia é um dever do empregador rural, que trata da segurança e saúde no trabalho na agricultura.

Reportagem do dia 16 de dezembro de 2020

Fonte: https://tvuol.uol.com.br/video/conscientizacao-sobre-ergonomia-na-agricultura-04024C19356CCCB96326

Programa Gente Que Fala

 

 

 

 

 

 

 

O Programa Gente Que Fala – Rádio Trianon 740 AM, conversou sobre EMPREENDEDORISMO, e um dos convidados foi o Diretor-técnico da ProdERGO, Eduardo Marcatto.

Com a seguinte pauta:

Ergonomia é parte fundamental do trabalho de uma empresa – A saúde do trabalhador é uma das maiores preocupações das empresas, responsável pela integridade física e biológica de seus funcionários enquanto estão atuando no ambiente corporativo, por isso devem estar atentas à ergonomia;

ProdERGO na SIAVS 2019

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SIAVS 2019: O maior evento da avicultura e da suinocultura do Brasil!

Nosso Diretor Eduardo Marcatto teve a honra de dar uma palestra nesse mega evento.

Estamos crescendo cada vez mais… Resultado de muito esforço e dedicação, ética e qualidade nos serviços prestados.

ProdERGO Assessoria e Desenvolvimento de Ergonômicos Ltda
Rua Dr. Epitácio Pessoa, n°242 - Jd. Sta.Francisca - Guarulhos / SP - Cep 07013-040
Tel.: (11) 2409-7582 | 2409-6406
E-mail: info@prodergo.com.br
Skype: Depto Comercial_ProdERGO